24 de ago de 2011

Instruções

                                                                  imagem: weheartit


Pule!
Entre na água,
Adormeça no mar,
E na próxima cachoeira deságue.

Jogue a terra no rio,
Observe ela encontrar um destino.
Uma parada final que nunca pára.

Sempre há movimento na praia.
Na areia escaldante do intelecto,
Na sombra tranquila de um guarda-sol.

Que guarda uma luz.
Para o próximo verão,
Para uma nova estação,
Para a próxima inspiração.

Pule no oceano das canções invisíveis.
Pule as ondas até a maré baixar.

Empurre as palavras do penhasco.
Para que elas sejam remos
De um barquinho no meio do nada.



by Rachel Nunes*

9 comentários:

Van disse...

Me deu um impulso interior este seu post, Raquel!

Já te disse que amo tudo que você escreve?

Que sensibilidade maravilhosa a sua, que expressão arrebatadora.

Beijos, linda quinta pra você!

Michele Santti disse...

Adorei!

A imagem então...

Um beijo,
Mih

Alexx Albert disse...

A natureza e a refexão são tao conectaveis!!

Danilo MM disse...

Abra os braços para vida levar

Sandrio cândido. disse...

Só que as vezes raquel o rio não encontra o destino.
Abraços

Priscila Lima disse...

Flor adoro seu poemas *-*
Estou indicando o seu blog no meu *-*
Ótimo findi
Beijo

Maahry! disse...

Gostei daqui..
Seguindo!
Bjoo..♥

Tonha_farias disse...

Pulei no teu mar de palavras boas.

Te desejo um fim de semana vitorioso.
Beijo,querida Rachel!

Dan Porto disse...

Que poesia linda.
Belo o espaço, parabéns.
Voltarei.