15 de jul de 2011

Das (im)possibilidades

                                                                     imagem: weheartit

       
É como tentar injetar flores nas veias. Não cabe, não entra, não absorve.

by Rachel Nunes*

2 comentários:

A.S. disse...

Rachel,

Deixa as flores no teu jardim... nas veias já circulam todos os perfumes, todas as cores, a seiva que alimenta todos os sentidos!

Beijos!
AL

BB disse...

Rasga as veias, insere as flores no útero... não precisa absorver, deixe-as perdidas no teu íntimo.

Bonito Blog.