30 de jul de 2012

Repetição



imagem: weheartit


Continua a cantar.
Custa a quebrar.

Carina custou a desistir.
No dia decisivo
O fato perdeu o faro.

Ao pé da janela 
Coração apunhalado por um caco - 
Pequeno pedaço 
De um frasco fraco
 De alguma bebida dura.

Dura vida que em fumaça desaparece...

E não é que parece mesmo!
O que pára é o mesmo que canta?

E ali ainda ecoa
Num canto da sala
O mesmo canto de sempre:

Três passadas, dois suspiros, um solo.

by Rachel Nunes*

2 comentários:

Kênnia Méleus disse...

Intenso. Bonito jogo de palavras, Rachel. Lindo blog.

Danilo MM disse...

Há duetos, e há solos. Ambos igualmente bonitos.